Ditados populares que as pessoas mais falam no dia a dia. Mais de 100

Há muito tempo que os ditados populares vem fazendo sucesso na vida de muitos brasileiros. Antigamente, somente pessoas adultas que costumavam usar esses ditados, mas hoje, é possível perceber que adultos, jovens e crianças utilizam esses ditados comuns.

Aqui em nosso País, todos os dias ouvimos várias pessoas pronunciando ditadores populares, sem dúvida, esses ditados já vivem na boca de muita gente.

Para você que gosta de usar vários ditados populares, aqui serão encontrados mais de 100, na ordem alfabética. Confira agora e inspire-se nos mais apreciados.

A preguiça é a chave da pobreza.

A dúvida é o travesseiro do sábio.

As grandes essências estão nos pequenos frascos.

A ocasião faz o ladrão.

Aí é que a porca torce o rabo.

A gente pensa que se benze e quebra as ventas.

Araruta tem seu dia de mingau.

A voz do povo é a voz de Deus.

Água mole em pedra dura tanto bate até que fura.

A cara de um é o focinho do outro.

A medida de encher nunca transborda.

Águas passadas não movem engenho.

Amor com amor se paga.

A quem tem dinheiro, não lhe falta companheiro.

Abraçar o mundo com as pernas.

As aparências enganam.

A boa notícia tem pernas curtas.

Alegria de palhaço é ver o circo pegar fogo.

Às vezes pequena nuvem esconde o sol.

Amarrar o burro onde o burro do dono manda.

Antes só que mal acompanhado.

Antes tarde do que nunca.

Após a tempestade vem a bonança,

A gente nunca se esquece de quem se esquece da gente.

A coisa é mansa mas atropela.

A mão que alça o copo não deve segurar o volante.

As mulheres perdidas são as mais procuradas.

Adeus, cinco letras que me faz sofrer.

Adoro as rosas, mas prefiro as trepadeiras.

Algum dia a terra cobrirá o teu orgulho.

A luz dos teus olhos ilumina o meu caminho.

A maior riqueza do homem é a sinceridade da mulher.

A maior vingança é o desprezo.

Antes sonhava. Hoje, não durmo.

Amar sem ser amado é ser castigado sem ter pecado.

Amar-te sempre; implorar-te nunca.

A medicina não cura a dor da separação.

Amor e dinheiro não querem parceiro.

Amor é fumaça, sufoca e passa.

Amor só de mãe.

A Morte é um bem quando a vida se torna um mal.

A Mulher é como rosa: formosa, mas tem espinho.

A mulher ri quando pode e chora quando quer.

Antes causar inveja do que dó.

Ando todo arranhado, mas não largo minha gata.

Antes de apontar os defeitos do outro, conte até dez dos seus.

Antes de falar de mim, pensa no teu passado.

Artigo nacional, a mulher é o melhor.

A saudade e é companheira de quem não tem companhia.

A saudade não mata, mas sepulta o coração em vida.

A saudade torna presente o passado.

A suspeita é o veneno da amizade.

AS grandes almas sofrem em silêncio.

A terra cobrirá o teu orgulho.

A vida começa aos 40 anos, e a morte aos 80 kms.

A vida é uma ilusão, passo por ela e não a vejo.

A vida só tem uma porta de entrada, mas várias de saída.

A vida é um barato, o povo é que acha caro.

A vida é dura pra quem é mole.A TUA inveja é a minha felicidade.

Ajude a acabar com os letreiros de caminhão.

Amor de mãe é imortal.

A mulher é Maria, o carro é Ford e o homem sou eu.

Acender uma vela a Deus, outra ao diabo.

Aqui se faz, aqui se paga.

Amigos, amigos, negócios à parte.

Ao rico, mil amigos lhe aparecem, ao pobre, seus irmãos o desconhecem.

Atirou no que viu, matou o que não viu.

A males que vem pra bem.

A palavra é de prata, o silêncio é de ouro.

Ditados Populares com B

Botar água na fervura.

Besta é quem vela acendeu pra defunto que não é seu.

Bandido bom é bandido morto.

Bebeu, bateu, morreu. Beber é uma arte, seja um artista.

Beijo de menina contém vitamina.

Beleza é isca, casamento é anzol.

Bata, mas não entre.

Balanceia mas não cai.

Boca que não merece beijo, pimenta nela.

Barco perdido, bem carregado.

Bom no bom, todo mundo é.

Besta é coco, que dá leite sem ter peito.

Botar a mão no fogo.

Botar o preto no branco.

Ditados Populares com C

Cabelo ruim é igual a bandido, ou está preso, ou está armado.

Coração e motor sem faísca não pega.

Como barata, morde e sopra.

Calça de veludo, ou bunda de fora.

Chover no molhado.

Comer o pão que o diabo amassou.

Cara feia pra mim é falta de maquiagem.

Catar macacos.

Cozinhar em fogo brando.

Cumprimentar com o chapéu alheio.

Cair no “conto do vigário”.

Com quem casei minha filha!

Chorar de barriga cheia.

Conversar miolo de pote.

Caiu a sopa no mel.

Cada um com a sua certeza.

Bandido tem vida curta

Cada um sabe onde o calo lhe aperta.

Conselho se fosse bom era vendido.

Cesteiro que faz um cesto faz um cento.

Cão que ladra não morde.

Cada macaco no seu galho.

Cada um por si e Deus por todos.

Cobra que não anda não engole sapo.

Caiu na rede é peixe.

Comer e coçar é só começar.

Caranguejo não criou pescoço pra não ser enforcado.

Comer como galo e cantar como pinto.

Cachorro mordido por cobra de linguiça tem medo.

Crie fama, e deita-te na cama.

Cada terra com seu uso, cada roca com seu fuso.

Cozinheiros demais, caldo estragado.

Chá, sopa e mulher, só quente.

Casamento e mortalha, no céu se talha.

Casa onde falta pão, todos brigam e ninguém tem razão.

Com quem te não faz mal, procede por igual.

Ditados Populares com D

Deus, proteja este carro.Desculpe a poeira.

De onde se espera é que sai.

Detestado pelos homens, querido pelas mulheres.

Dinheiro de trouxa é farra de sabido.

Dinheiro e mulher bonita é que governam o mundo.

Dinheiro não traz felicidade, mas ajuda a sofrer em Paris.

Deus criou, o vento espalhou e o diabo ajuntou.

Dá com a mão direita, que a esquerda não saiba.

Dia de muito, véspera de pouco.

Há pessoas boas que dão a mão e há pessoas ingratas que dão o pé.

Dizer o que sente, fazer o que não sente.

De cavalo dado, não se olham os dentes.

Depois da tempestade, vem a bonança.

De pensar, morreu um burro.

Durma com um barulho desse, e acorde da boa cara.

Dar um boi pra não entrar na briga, e uma boiada para não sair.

Do bolso que enfia a mão, o pobre só tira dedos.

De onde se tira e não bota, um dia fica com nada.

Deus querendo, água fria é remédio.

Do passado, não remexer na ferida.

Duro, como boca de sino.

Devo, não nego, pagar, não posso.

Dinheiro, na mão, escorrega que nem sabão.

De hora em hora, Deus melhora.

Dar tratos à bola.

Dar a volta por cima.

De dente no coradouro.

Deitar nos louros da vitória.

Desmanchar o nó.

Dar com luva de pelica.

Dar o golpe do baú.

Dar a mão à palmatória.

Dar nó em pingo de água.

Dá o dito por não dito.

De noite todos os gatos são pardos.

Devagar se vai ao longe.

De grão em grão a galinha enche o papo.

Dar a César o que é de César.

Devagar com o andor que o santo é de barro.

Deixe como estar para ver como é que fica.

Dormir na estação e perder o trem.

Deus escreve certo por linhas tortas.

Depois de mim virá quem bem me fará.

Deus dá o frio conforme a roupa.

Desgraça pouca é tiquinho.

Deus dá a canga conforme o pescoço.

Dize-me com quem andas, e te direi quem és.

Dos males o menor.

Dois narigudos não se beijam.

Duro com duro não faz bom muro.

Ditados Populares com E

Esmola grande, o cego desconfia.

Em casa de ferreiro, espeto de pau.

Em cima de queda, coice.

Em terra de sapos, de cócoras com eles.

Em rio de piranhas, jacaré nada de costa.

Estar claro, como água.

Escreveu não leu, o pau comeu.

É tempo de murici, cada um cuide de si.

Engolir um boi, e engasga-se com um mosquito.

Em terra de sapo, mosquito não dá rasante.

Em terra de cego quem tem um olho é rei.

Enquanto há vida, há esperança.

Entre duas pedras, só coco.

Em casa de enforcado, não se fala em corda.

Ervas ruins, geadas não matam.

É melhor adormecer sem ceia, a acordar com dívidas.

Ervas daninhas crescem depressa.

Enxugar gelo.

Estar em papos-de-aranha.

É onde a porca torce o rabo.

Estar na casa do sem jeito.

Estar em cima da carne-seca.

Estar no mato sem cachorro.

Estar entregue às moscas.

Estar com nó na garganta.

Estar com a pulga atrás da orelha.

É muita areia pro meu caminhão.

Encher linguiça.

É cobra engolindo cobra.

É de cheirar e guardar.

Engana-se quem pensa que o céu é perto.

Entrar mudo e sair calado.

Em cada cabeça uma sentença.

Em boca fechada não entra mosca.

É de novo que se acerta o galho.

É dando que se recebe.

É boi sonso que arromba a cerca.

É melhor passar por ignorante do que ignorante ser.

Entrar por um ouvido e sair pelo outro.

Enquanto não encontro a mulher certa, me divirto com as erradas.

Estrela Dalva é minha guia.É de noite que a saudade aperta.É duro velório sem cachaça.

Em cima da morte, ganhando o pão da vida.

Em cima da morte procuro a sorte. Em cima de quatro pneus cheios, um coração vazio.

É Melhor perder do que não competir.

É melhor uma amiga na sombra do que uma sombra amiga.É melhor a crítica do inimigo do que o elogio do falso amigo.

Enquanto eu vago pelo mundo um coração pulsa por mim.

Enquanto Maria reza, Mercedes Benze?.

Entre, amigo, a casa é sua, mas se for pra fiado, é melhor ficar na rua.

Esquenta mas não ferve.

És tão hipócrita que choras pelo olho de vidro.Este mundo é a ante-sala do outro.

Este não geme na rampa.

É triste cair; mais triste ainda é não tentar subir.

Ditados Populares com F

Faça o que eu digo, não faça o que faço.

Falou do mau, prepare o pau.

Falar o sujo, do mal lavado.

Farinha pouca, meu pirão primeiro.

Feijão e farinha, até com a mão se come.

Filho criado, trabalho dobrado.

Feliz foi Adão, que nunca teve sogra.

Filho de gato é gatinho.

Fazer ouvido de mercador.

Ficar o dito por não dito.

Fazer corpo mole.

Ficar para titia.

Flagrado com a boca na botija.

Fazer castelos no ar.

Fazer tempestade em copo d’água.

Fazer caridade com o pirão alheio.

Formiga quando quer se perder cria asas.

Futucar o diabo com a vara curta.

Foi buscar lã, e saiu tosquiado.

Fazer o bem sem olhar a quem,

Fruta azeda e mulher feia só com cachaça.

Faça da sua vida uma canção de amor.

Falam de mim, mas não comem do meu pudim.

Falam de mim por inveja.Falam de ti por despeito.

Falar é fácil, fazer é que é difícil.Fé em Deus e pé na taboa.

Feliz foi Adão que não teve sogra nem caminhão.

Feliz quem não tem sócio.Fiado é com o diabo, aqui não é inferno.

Fracassar é triste, mais triste ainda é não tentar vencer.Franguinha, eis aqui o teu poleiro.

Ditados Populares com G

Gosto não se discute.

Gato escaldado de água fria tem medo.

Gostar de mulher é herança do meu pai.Guiado por Deus e dirigido por mim.

Ditados Populares com H

Há sempre um chinelo velho para um pé doente.

Homem velho e mulher nova resultam em corno ou cova.

Homem que bebe e joga, cachorro que pega bode e mulher que trai uma vez estão perdidos os três.

Há males que vêm pro bem.

Homem é como fósforo, sem cabeça não vale nada.

Homem de juízo não diz o que faz, mas nada faz que não possa ser dito.

Hoje é melhor do que ontem e amanhã será melhor do que hoje.

Hoje vejo chorando quem riu de mim no passado.

Papagaio come milho, periquito leva a fama.

Pimenta nos olhos dos outros não dói.

Praga de urubu não mata cavalo gordo.

Panela que muitos mexem, não toma tempero.

Pai rico, filho nobre, neto pobre.

Pra quem é, bacalhau basta.

Passarinho que come pedra bem sabe o cu que tem.

Para bom entendedor meia palavra basta.

Pior a emenda que o soneto.

Pra burro velho, capim novo.

Peixe morre é pela boca.

Passado três, um gato vira tigre.

Ditados populares com Q

Quem parte reparte e não fica com a melhor parte, ou é burro, ou não entende da arte.

Quem corre cansa, quem anda alcança.

Quem ao feio ama, bonito lhe parece.

Quanto maior a nau, maior a tormenta.

Quem quer vai, quem não quer manda.

Quanto mais se faz, menos merece.

Quem com ferro fere, com ferro será ferido.

Quem não tem cão, caça com gato.

Quem te viu, e quem te vê.

Quando o dono sai de casa, os ratos promovem a festa.

Quem tiver o seu segredo não diga a mulher casada que a mulher diz ao marido e o marido ao camarada.

Quem o alheio veste, na Praça o despe.

Quem casa quer casa, longe da casa de casa.

Quem não se enfeita, por si se enjeita.

Quem come e guarda, come duas vezes.

Quem não te conhecer, que te compre.

Quanto maior o desafio, maior a vitória.

Quem com muitas pedras bole, uma lhe cai na cabeça.

Quanto mais reza, mais assombração.

Quem cospe pra cima, na cara lhe cai.

Quer conhecer o vilão? Ponha-lhe o bastão na mão.

Quanto mais se vive, mais se aprende.

Quem furta pouco é ladrão, quem furta muito é barão.

Que seria de mim, se não fosse eu?

Quem guarda ficando com fome, o rato come.

Quando Deus dá a farinha, o Diabo esconde o saco.

Quem à boa árvore se chega, boa sombra o cobre.

Quem tem dois tem um, quem só tem um não tem nada.

Quem dorme no ponto, é chofer.

Quem vai ao ar perde o lugar.

Quem muito quer tudo perde.

Quem desdenha quer comprar.

Quem come do meu pirão apanha do meu cinturão.

Quem vai ao vento perde o assento.

Quem dá aos pobres empresta a Deus.

Quem tem telha de vidro não sacode pedra.

Quem lhe dói o dente vai à casa do barbeiro.

Quem nasceu para vintém nunca passa pra tostão.

Quem pode mais pode menos.

Quem muito se verga os fundilhos mostra.

Quem não arrisca não petisca.

Quem meu filho beija minha boca adoça.

Quem vê cara não vê coração.

Quem semeia ventos colhe tempestade.

Quem cala consente.

Quem procura sarna quer se coçar.

Quem tudo quer tudo perde.

Quem com porcos se mistura farelo come.

Quem tem com que me pagar não me deve nada.

Quem de uma escapa cem anos vive.

Quem gosta de menino é lombriga.

Quem canta seus males espanta.

Quem foi rei sempre é majestade.

Quem vê a barba do vizinho arder põe a sua de molho.

Quem quer comer gordo traz de casa.

Quem está vivo um dia aparece.

Quem vai pra chuva é pra se molhar.

Quem é coxo parte cedo.

Quem sai aos seus não degenera.

Quem usa cuida.

Quem não deve não teme.

Quem nunca comeu mel quando come se lambuza.

Quem compra terra não erra.

Quem não chora não mama.

Quem empresta não presta.

Quem não tem competência não se estabelece. (Provérbio português.)

Quem não usa a cabeça cansa os pés.

Quem conta um conto aumenta um ponto.

Quem não ouve conselhos ouve “coitado!”

Quem não belisca não petisca.

Quem tem boca vai a Roma.

Quem engole corda é cacimba.

Quem diz o que quer ouve o que não quer

Quem agasalha cobra morre picado.

Quem não muda de caminho é trem.

Quem corre atrás engole poeira.

Quem morre de véspera é porco ou peru.

Quando a barriga está cheia toda goiaba tem bicho.

Quem apanha de mulher não se queixa a delegado.

Quem tem quem lhe chore morre todo dia.

Quem vem atrás que feche a cancela.

Quem não houve conselhos rara vez acerta.

Quem puxa aos seus não degenera.

Quem canta seus males espanta.

Quem não tem cão caça com gato.

Quanto maior a altura maior o tombo.

Quem cala consente.

Quem com ferro fere, com ferro será ferido

Quem procura acha.

Quem nunca comeu melado, quando come se lambuza.

Quem tudo quer tudo perde.

Quem não chora não mama.

Quem tem boca vai a Roma.

Quem vê cara não vê coração.

Quem casa quer casa, longe da casa onde casa.

Quem tem telhado de vidro não joga pedras no vizinho.

Quem foi pra Portugal perdeu lugar.

Quem semeia vento colhe tempestade.

Quem meu filho beija minha boca adoça.

Quem desdenha quer comprar.

Quanto maior é o coqueiro maior o tombo do coco.

Quem dá aos pobres empresta a Deus.

Quando a esmola é grande até o santo desconfia

Quem ama a rosa suporta os espinhos

Quem nasceu pra dez réis não chega a vinte.

Quem é bom já nasce feito.

Quem o feio ama, bonito lhe parece.

Quem pariu Mateus, se balança.

Quem morre de véspera é peru de natal.

Quem pode manda, quem não pode faz.

Quando um não quer dois não brigam.

Quem dorme com criança acorda molhado.

Quem é vivo sempre aparece.

Quem não se enfeita por si se enjeita.

Quem parte e reparte e não fica com a melhor parte é tolo ou não tem arte.

Quem não arrisca não petisca.

Quem não deve não teme.

Quem manda pode, obedece quem tem juízo.

Quem diz o que quer ouve o que não quer.

Quem espera sempre alcança.

Quem tem padrinho rico não morre pagão.

Quando um burro fala o outro abaixa a orelha.

Quem avisa amigo é.

Quem quer vai, quem não quer manda.

Quem não ajuda não atrapalha.

Quem está na chuva é pra se molhar.

Quando a razão fala presta atenção no que diz.

Quem vive na ignorância, aporta na escuridão.

Quem casa um filho perde o filho; quem casa uma filha ganha um filho.

Quem conta um conto aumenta um ponto.

Quem fica até o fim da festa não presta.

Quem ri por ultimo ri melhor.

Quem sai aos seus não degenera.

Quando a cabeça não pensa o corpo padece.

Quem tem pressa come cru.

Ditados populares por letra R

Ruim com ele, pior sem ele.

Rico bebe pra comemorar, o pobre pra não chorar.

Respeito é bom e eu gosto.

Rio só corre para o mar.

Remar contra a maré.

Ri melhor quem ri por último.

Rico ri à toa.

Relógio é que trabalha de graça.

Rir é o melhor remédio.

Ri melhor quem ri por último.

Recordar é viver.

Roupa suja se lava em casa.

Rapadura é doce, mas não é mole não.

Rei tem que ter coroa.

Religião, Cor e Politica, não se discute.

Rio que tem piranha, jacaré nada de barriga para sempre.

Ditados populares por letra S

Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.

Se Maomé não vem à montanha, a montanha vai a Maomé.

Se a jabuticaba é pouca, a gente engole o caroço.

Se bem o disse, melhor o fez.

Se cochilar, o cachimbo cai.

Sem eira nem beira, nem folha de parreira.

Se barba fosse respeito, bode não tinha chifre.

Segredo de três, só matando dois.

Se valesse gritaria, porco nunca morria.

Se este mundo fosse bom, o dono morava nele.

Subir pelas paredes.

Segurar a barra.

Semear ao vento.

Saber de cor e salteado.

Salve-se quem puder.

Sabida de mais pro meu gosto.

Saltar fogueira.

Ser senhor de seu nariz.

Saco de gatos.

Sossego de homem é mulher feia e cavalo capado.

Ser marinheiro de primeira viagem.

Santo de casa não faz milagres.

Saco vazio não fica em pé.

Só se atira pedra em árvores que dão frutos.

Sair da brasa e cair na labareda.

Segure o touro nos chifres e o homem na palavra.

Sacrifique o presente em proveito do futuro.

Saudade é a memória do coração.

Saudade é a presença dos ausentes.

Saudade é companheira de quem não tem companhia.

Se alguém perguntar por mim, diga que sou feliz.

Se alguém é pecado, não tenho perdão. Se amar é crime me processe.

Se amor fosse água, meu peito era uma cascata.

Se casamento fosse bom, a polícia não obrigava.

Se casamento fosse estrada, eu andava no acostamento. Se casamento fosse negócio, mulher vivia em prateleira.

Se casar for doença, morro de saúde.

Se chifre fosse flor, minha cabeça seria um jardim.

Se É coisa que eu não mais te veja, seja por morte tua.

Se É valente, bata pela frente.Se eu fosse rico, comprava teu orgulho. Se For mulher ainda cabe. Se Grito resolvesse, porco não morria.

Seja menos devota e mais religiosa. Se me enganas uma vez, não tens vergonha; se me enganas duas vezes, o sem vergonha sou eu.

Se mulher fosse chuva, eu preferia uma goteira na minha cama. Sem mulher toda casa fica vazia.

Se conselho fosse bom mesmo, ninguém dava de graça.

Se Maomé não vai até a montanha, a montanha vai até Maomé.

Sol e chuva casamento de viúva.

Santo de casa não faz milagre.

Ser mãe é padecer no paraíso.

Saco vazio não para em pé.

Sempre se espera pela pior figura.

Sempre existe um chinelo velho para um pé torto.

Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.

Ditados populares por letra T

Tanto faz dar na cabeça, como na cabeça dar.

Tanto faz, como tanto fez.

Teve olho, dá molho.

12 thoughts on “Ditados populares que as pessoas mais falam no dia a dia. Mais de 100

  1. Oi adorei seu artigo, esse assunto me fascina

  2. Adorei o artigo parabéns

  3. Simone lima disse:

    Adorei o artigo, muito bom mesmo

  4. Ivete sangalo disse:

    Odiei

  5. Valdemir disse:

    Gostei do artigo, alem de esclarecedor é uma grande informação. Parabéns.

  6. Dan disse:

    Bom dia! Ótimo post, gostei muito…

  7. Olá! Adorei as dicas! Vou continuar te seguindo!

  8. Izzy Rainer disse:

    Adorei o site, parabens!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *