Zika Vírus durante a gravidez pode causar Microcefalia

Depois de ter se tornado muito conhecido no país, muitas pessoas querem tirar suas dúvidas e saber, o que é o Zika vírus. Para quem não sabe, o vírus da zica ou Zika é um vírus da família Flaviviridae, do gênero Flavivirus, que, transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti, causa, em humanos, a doença conhecida como zica.

Cuidado mulheres. Durante a gravidez, o Zika vírus pode causar microcefalia, isso é o que está sendo confirmado segundo estudo, pois foram encontrados vírus no líquido amniótico que envolve o bebê durante a gravidez e também no líquido cefalorraquidiano, presente no sistema nervoso central, dos bebês que já nasceram e foram diagnosticados com microcefalia.

Por exemplo, quando a mulher pega dengue, suas células de defesa atacam e vencem o vírus da dengue, mas estas células quando se encontram com o Zika vírus, que é muito parecido com o da dengue, somente englobam este vírus mas não conseguem eliminá-lo do corpo. Com esta proteção, o vírus pode alcançar todas as regiões do corpo, que normalmente não podem ser alcançadas, e dessa forma ele pode atravessar a placenta e chegar até o bebê, causando microcefalia.

Bebês com microcefalia
Bebês com microcefalia nascem com perímetro cefálico menor do que a média. O problema pode ser provocado por uma série de fatores, desde desnutrição da mãe e abuso de drogas, até infecções durante a gestação, como rubéola, toxoplasmose e citomegalovírus. Uma das hipóteses avaliadas pela equipe que investiga o surto é a contaminação da mãe pelo zika vírus.

Como saber se a grávida está com Zika vírus?
O Zika vírus é semelhante a dengue e também é causado pelo mosquito Aedes Aegypt, no entanto, seus sintomas são mais brandos. A única forma de saber se qualquer pessoa está com Zika vírus é por meio dos sintomas apresentados como, vermelhidão nos olhos (conjuntivite), manchas vermelhas na pele que coçam e febre, entretanto a pessoa pode estar doente e não apresentar nenhum sintoma.

Não existem exames que possam identificar o vírus no sangue, porque ele permanece ativo por apenas 1 semana, e a única forma de detectá-lo é através de um exame chamado RT- PCR, somente em laboratórios de referência do Ministério da Saúde, quando solicitado em casos muito especiais.

Mas não é por isso que todas as grávidas precisam se preocupar porque nem todas as que tiveram Zika durante a gravidez terão bebês com microcefalia, porque esta é uma situação rara. As maiores chances do bebê ter microcefalia ocorrem nas gestantes que já tiveram dengue alguma vez e que tiveram Zika no primeiro ou no último trimestre de gestação.

Além disso, se a mulher já teve Zika quando não estava grávida não existe a possibilidade do bebê ter microcefalia se ela engravidar depois dos sintomas estarem controlados.

Como saber se o bebê tem microcefalia? O diagnóstico da microcefalia pode ser feito durante a gestação por meio do exame de ultrassom morfológico, mas também pode ser feito após o nascimento do bebê, através da medição do tamanho da cabeça da criança. Outros exames como ressonância e tomografia podem ser feitos para indicar o grau de comprometimento cerebral e suas possíveis consequências.

A microcefalia é uma doença grave, onde há restrição do crescimento do cérebro do bebê e não tem cura, sendo necessário fazer reabilitação através de fisioterapia e fonoaudiologia na infância e adolescência.

Como é a vida da criança com microcefalia?
Quando a criança tem microcefalia pode apresentar atraso mental, alterações físicas como dificuldade para andar, problemas de fala e hiperatividade ou convulsões, por exemplo. Além disso, a criança tem uma cabeça menor do que o normal, podendo precisar de ajuda para comer, tomar banho ou andar, por exemplo, porém, estas consequências da doença não surgem em todos os casos e, algumas crianças podem se desenvolver normalmente e ter uma inteligência normal porque isso depende da gravidade da sua microcefalia.

Como a grávida pode evitar a microcefalia no bebê?
Para evitar a microcefalia no bebê você que está gestante deve tomar medidas como: não tomar bebidas alcoólicas e usar medicamentos durante a gravidez sem indicação do obstetra. Outra dica é que você evite a toxoplasmose e doenças infecciosas como herpes e rubéola, tomando as vacinas e medidas necessárias e evite também a contaminação com mercúrio e outros metais pesados. Além disso, também é recomendado que todas as grávidas usem um repelente com DEET diariamente para não ser picada pelo Aedes Aegypt, causador da dengue, Zika e chikungunya. O repelente deve ser repassado a cada 6 horas em todo o corpo e na roupa, e não é preciso se preocupar porque ele pode ser usado durante a gravidez, porque é seguro e não prejudica o bebê. Outras medidas que podem evitar a picada dos mosquitos são usar roupas de manga comprida, calça comprida e meias.

Abaixo, selecionamos algumas dicas para você tentar se proteger da doença:

Como se proteger da Zika durante a gravidez?
Como o Zika vírus está relacionado ao aumento dos casos de microcefalia, sua prevenção é ainda mais importante para as mulheres que estão tentando engravidar e para as que já estão grávidas. Assim, para evitar esse vírus, é necessário tomar medidas que impeçam a proliferação do mosquito Aedes aegypt, que são as mesmas utilizadas para prevenir a dengue e usar repelente diariamente para se proteger.

Confira abaixo, 5 dicas para evitar a Zika.
Use repelente, evite acúmulo de água parada, coloque areia nos vasos das plantas, coloque telas em portas e janelas e cuidado com o lixo de casa, pois pode acumular água e favorecer o crescimento do Aedes aegypt.

Como saber se está com Zika vírus?
Só o médico pode dizer se você está com zika ou alguma outra doença, como dengue, chikungunya, rubeola (para quem não foi vacinado) ou citomegalovírus. O diagnóstico pode ser confirmado por exames de sangue.

Como tratar o Zika vírus?
Apenas os sintomas da zika são tratados. É importante beber bastante líquido e fazer repouso. Não é exigido tratamento no hospital, ao contrário do que acontece nos casos mais graves de dengue. Assim como na dengue, não podem ser usados medicamentos a base de ácido acetilsalicílico (aspirina).

Em certas situações, o médico pode receitar analgésicos e medidas para aliviar a coceira. Não tome nenhum remédio sem orientação médica, mesmo que tenha sido recomendado para a vizinha ou uma amiga e tenha dado tudo certo. Você pode tomar banhos com maisena ou aveia para melhorar a coceira e também pode usar pasta d’água. Se a coceira estiver incomodando demais, fale com o médico.

Sintomas causados pelo Zika vírus
Os sintomas da zika incluem manchas pelo corpo, coceira, febre e conjuntivite, além de dor nas articulações.

A microcefalia tem cura?
A microcefalia não tem cura e o tratamento inclui sessões de fonoaudiologia, fisioterapia e terapia ocupacional pelo menos 3 vezes por semana para estimular a criança, diminuir o retardo mental e também o atraso do desenvolvimento crescimento.

2 thoughts on “Zika Vírus durante a gravidez pode causar Microcefalia

  1. Daiana disse:

    Apareceu um vermelhidao na minha barriga e cocava estou de sete meses pode ser sintoma do zika virus.depois de quatro dias sumiu usei pasta d água.estou muito preocupada

  2. Saúde Encima disse:

    Olá, gostei do artigo. É bem fundamentado e com excelentes dicas. Espero ter outros com essa qualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *