Como escolher o nome do bebê sem errar?

Uma das maiores felicidades que existem na vida de um casal é o nascimento de um filho, para muitos é um grande sonho e visto como um lindo presente de Deus.

Muitos peguntam como escolher o nome do bebê sem errar, pois afinal, adotar um nome pode até parecer fácil só que nem tanto como muitos imaginam.

Alguns pais tem o bom gosto de adotar um nome diferente para o filho, a ideia deles é fazer com que seu filho se torne único, simplesmente para correr menos riscos de encontrar outra pessoa com o mesmo nome igual ou ser confundido por outra em lugares como; Escola, Creche e demais. Entre outros planos, a criança não precisará ser chamada pelo sobrenome ou apelido, pois o nome dela será fácil de ser lembrado.

Mais a respeito disso, os pais precisam ter muito cuidado, enfeitar o nome demais pode ficar muito estranho e esquisito, pode causar até um constrangimento a criança quando ela estiver grande. Não só isso, mais também a criança pode ter grandes dificuldades para aprender a falar e escrever o nome dela. Hoje em dia é possível ver que o cartório de registro não aceitam mais a registrar os filhos com nomes estranhos ou mesmo esquisitos. Mais os pais podem ter 30 dias para recorrer. O principal motivo é para a criança não ficar insatisfeita ou constrangida com o nome.

Embora muitas vezes adotar um nome aportuguesado pode valer mais apena, a criança não terá dificuldade para falar e nem escrever, será um nome comum que o cartório de registro não irá se recusar e será dificilmente a criança sentir uma rejeição com nome. Entre outras vantagens.

Quando a mãe descobre que está gravida, o que não faltam mesmo são as opiniões vindo das pessoas sobre qual nome por na criança. Isso as vezes acaba deixando ela meio confusa. Se a mãe escolhe um nome, pode ser que o marido desconcorda e sugere outro. Já quando os dois estão de acordos, mais aí já vem os avós, irmãos ou amigos próximos desconcordando e opinam outro nome. É claro que o bebê é seu e ninguém tem nada com isso, também é claro que é impossível agradar a todos, mas não custa pelo bem da própria criança estar aberta às opiniões dos amigos e parentes. Se muitos discordam da sua escolha, vale a pena pensar melhor a respeito, porque há chances altas de que seu filho também discorde dela, no futuro.

Mais se caso a mamãe e o papai estiverem com duvidas sobre qual nome adotar, é possível facilitar um pouco essa tarefa. Os pais devem escolher os nomes que eles mais gostam e depois é só pedir o pessoal da família para votarem no nome, depois que a votação for concluída é só conferir o nome que foi mais votado, o nome mais escolhido é o que deve por na criança. Muitos pais fazem isso quando as duvidas coçam suas cabeças.

Como saber se o nome combina ou não com o sobrenome?

Quando o primeiro nome é pequeno, o sobrenome deve ser comprido. Se o primeiro nome for grande, o sobrenome deve ser pequeno.

Quando o primeiro nome for comum, o sobrenome deve ser um pouco diferente. Se o primeiro nome for diferente, o sobrenome deve ser comum.

Confira abaixo algumas sugestões de nomes para bebês:

Henrique, Juliano, Gustavo, Miguel, Samuel, Victor Lucas, Enzio, Antônio, Pietro, Marcio Luís, Luiz Miguel, Luís Fernando, Arthur, Enzo, Lucas Gabriel, Marcos André, João Pedro, Enzo Gabriel, Filipe, Ana, Isabela, Laura, Helena, Beatriz, Maria Eduarda, Maria Clara, Liz, Alice, Maria Alessandra, Sophia, Ana Luísa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *